Curso em Angola – Fevereiro 2008

Escrito por admin em . Publicado em Notícias

Não sei qual é a tarefa mais complexa, preparar um curso e ministrá-lo ou escrever sobre mais esta conquista, por isto, antes de tudo vale ler as palavras do gênio Albert Einstein.

“Não é suficiente ensinar ao homem uma especialidade. Através dela ele poderá se tornar um tipo de máquina útil, mas não uma personalidade harmoniosamente desenvolvida. É essencial que o estudante tenha uma compreensão e um sentimento vivo em relação aos valores. Ele deve adquirir um senso vivo do belo e do moralmente bom. Caso contrário, ele – com seu conhecimento especializado – mais se assemelhará a um cão adestrado que a uma pessoa harmoniosamente desenvolvida. Ele deve aprender a entender o que motiva os seres humanos, suas ilusões, e seus sofrimentos para que possa ter um relacionamento adequado com seus colegas e com a comunidade.

Essas coisas preciosas são conduzidas à geração mais jovem através do contato pessoal com aqueles que ensinam e não – ou pelo menos não principalmente – através de livros didáticos. É isto que em primeiro lugar constitui e preserva a cultura. É isto o que tenho em mente quando eu ressalto a importância das “humanidades”, não somente o puro conhecimento especializado nos campos de história e filosofia.

Excesso de ênfase no sistema competitivo e especialização prematura nas áreas de utilidade imediata matam o espírito no qual toda a vida cultural depende inclusive o conhecimento especializado.

Também, é vital para uma educação valiosa que o pensamento crítico independente seja desenvolvido no jovem ser humano, um desenvolvimento que é largamente prejudicado sobrecarregando-o com assuntos demais ou demasiadamente variados (sistema de pontos). A sobrecarga necessariamente leva à superficialidade. O ensino deveria ser de tal forma que o que é oferecido seja percebido como um presente valioso e não como uma tarefa árdua.”

Assim, foi o curso que a FISIOARTE ministrou aos 35 alunos de Luanda – Angola no período de 18 a 23 de fevereiro de 2008, um presente valioso para ambas as partes.

E hoje, ao ler esta matéria publicada, em 05 de outubro de 1952, escrita por Albert Einstein, cada vez mais acredito na importância das “humanidades” e no contato pessoal daqueles que ensinam e daqueles que querem aprender.

Quando Einstein relata que “essas coisas preciosas são conduzidas à geração mais jovem….” ele resgata muitos conceitos que há tempos havia ficado guardado em algum lugar, que hoje encontrei, e não posso deixar de citá-los: Amor, Família, Alegria de Viver, Humildade, Respeito e Gratidão!

Dra. Adalgisa Dimas minha irmã espiritual e meus queridos alunos, obrigada por esta oportunidade.

Simone Aparecida Gomes Abrahão

Meus alunos, cada qual um Rio, vocês arriscaram, agora que o medo passou vocês não desapareceram no oceano, mas tornaram-se Oceano. O caminho esta aberto, a sementinha foi plantada resta regá-la com muito Amor. Obrigada a todos pelo aprendizado, pois também nos tornamos Oceano! Parabéns e sucesso.

Trackback from your site.

Deixe um comentário

Facebook